Sejam bem-vindos(as) e sintam-se convidados(as) a participar do blog Filósofo dos Livros com sugestões, comentários, críticas, dúvidas, compartilhamentos ou só com um “oizinho” de vez em quando!

domingo, 10 de dezembro de 2017

DIFERENÇA ENTRE VENDER LIVROS E VALORIZAR A LITERATURA NACIONAL


Olá, Galera!!!
Existe uma grande diferença entre vender livros e valorizar a Literatura Nacional. Eu não sou contra nenhuma dessas atividades. Cada um escolhe o que deseja fazer de sua vida. Mas sou contra a mentira pregada. Existe muita gente dizendo que valoriza a Literatura Nacional, mas só está vendendo livros. Para vocês entenderem, continuem acompanhando o texto.
A atividade de vender livros seria própria do autor e da editora que deseja apenas vender os seus livros. Então, essas pessoas investem em atividades exclusivas para suas obras. Há um espírito leve de concorrência, pois os vendedores querem mostrar que seus produtos são os melhores. Não vejo muito problema na concorrência saudável, entretanto não aprovo a desleal. Concorrência desleal é a criação de perfis fakes para dar dislikes ou fazer comentários negativos sobre as obras de outros autores ou editoras. Muitas vezes, a pessoa que dá o dislike ou faz comentários negativos nem leu o livro.
A pessoa que valoriza a Literatura Nacional não se preocupa apenas em vender sua obra, mas ela recomenda livros de outros autores. É comum vermos essas pessoas curtindo, comentando e compartilhando postagens ou vídeos das obras de outros autores nacionais. Infelizmente, tem muita gente dizendo que valoriza a Literatura Nacional, mas que é apenas o vendedor de livros. A pessoa diz que valoriza a Literatura Nacional, mas só fala de sua obra. Essa atitude mentirosa é lamentável.
O pior de tudo é que esses mentirosos acreditam que nos enganam. Com o tempo, eu já consigo identificar quem é vendedor de livros e quem valoriza a Literatura Nacional. Como eu disse antes, eu não sou contra as pessoas escolherem o que desejam fazer de suas vidas, mas sou contra as falcatruas. Existem muitos vendedores de livros que merecem o meu respeito, porque não ficam com discurso hipócrita de que valoriza a literatura nacional e só vende o seu livro. Eu respeito Vendedores de livros honestos. Porém, sinto-me revoltado com aquelas pessoas que mentem ao dizerem que valorizam a Literatura Nacional. Nesse sentido, estou pensando muito bem com quem vou me associar em 2018. A minha opção é associar-me a autores, editoras ou leitores que valorizem a Literatura Nacional.
Embora, respeite os vendedores de livros, essa não é a minha opção de trabalho. Apenas aconselho aos vendedores que sejam honestos. Por favor, parem com essa infantilidade de criar perfis fakes para prejudicar o trabalho de outros autores. Para ter o direito de dizer que tal livro é ruim, o primeiro passo é lê-lo. Depois, faça a crítica com perfl verdadeiro. Perfil Fake é atitude de gente... Melhor nem mencionar o adjetivo.
Gostaram do texto? Deixem a opinião de vocês nos comentários!
Abraços!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para mim.
Deixe sua opinião, pois vou amar saber o que você pensa!